Sob a face disfarçada intuiu a dor
Sentiu-se só, desgraçada
Catapultou o universo ,
Selou as chagas e se foi.
Isso não vai passar, é recorrente
Não importa quantas pessoas encontre,
Sempre estará lá
E minha paranoia e desilusão sempre estará cá,
Camuflada em indiferença,
Mas com um sentimento torpe e mesquinho
Viverei na ilusão de que não estou só,
Mas sozinha me faço e me condeno a uma vida inteira.

- Adriana Scarpin

About these ads

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: