Um Dia, Um Gato (Az prijde kocour, 1963)

Esse é O Gato. Muitos consideram um dos maiores estudos antropológicos colocados em película, o qual concordo, além de ser um dos mais embasados retratos da situação política tcheca da época com todo aquele clima pré-Primavera de Praga. Tudo bem que é uma fábula, uma alegoria, mas nem por isso deixa de representar também certaContinuar lendo “Um Dia, Um Gato (Az prijde kocour, 1963)”