Martin (1977)

Martin é psicológico, mas é de vampiro e tem muito sangue. Na verdade passa-se o filme todo na dúvida se o pobre rapaz é mesmo um vampiro ou apenas um psicótico ajudado por uma família excêntrica nessa disposição (se for analisado sob esse prisma, vampiros realmente existem), a qual Romero conduz de forma genial, principalmenteContinuar lendo “Martin (1977)”

Puta que pariu 3 vezes: Jece Valadão morreu – ídolo! (1930 – 2006)

Rio 40 Graus (1955) “A única vez que fiz mocinho me arrependi amargamente. Todos os personagens que fiz não são mocinhos nem galãs.” – Jece Valadão O grande machão do cinema nacional foi-se. Ele, José Lewgoy e Wilson Grey formaram a santíssima trindade dos tipos vilanescos/sacanas de nossa história, mas tenho que confessar que oContinuar lendo “Puta que pariu 3 vezes: Jece Valadão morreu – ídolo! (1930 – 2006)”

Fogueira de Paixão ( Possessed, 1947)

Não, o título não se refere a Joan Crawford, embora ela tenha uma fama pessoal que a preceda em sua carreira de Hollywood, refere-se ao filme Possessed de 1947 (não confundir com o título do outro filme que a tia Joan fez nos anos 30 com o Clark Gable) e não posso citar seu títuloContinuar lendo “Fogueira de Paixão ( Possessed, 1947)”

Tarantula (1955)

Acho que entrei naquela fase do “não consigo assistir filmes com menos de 50 anos” de novo… Na verdade eu devia tirar um fim de semana para fazer um tratado sobre a obra do Jack Arnold de quem sou muito fã, mas sabe como é, 40 graus na sombra (isso é um chute), cerveja geladaContinuar lendo “Tarantula (1955)”

A Queda da Bastilha (A Tale of Two Cities, 1935)

“É uma ação muito melhor do que qualquer coisa que já fiz. E um descanso muito melhor me espera do que qualquer repouso que já conheci.” – Sydney Carton em A Tale of Two Cities de Charles Dickens Agora que entramos em mais umas bem merecidas férias daquela desgraça viciante (diga-se Lost), posso fazer algumasContinuar lendo “A Queda da Bastilha (A Tale of Two Cities, 1935)”

Farrapo Humano (The Lost Weekend, 1945)

“Mas meu pensamento não estava na mala. Não estava no fim de semana. Nem estava nas camisas que eu colocava na mala. Meu pensamento estava pendurado na janela, suspenso alguns centímetros abaixo. E lá fora, na grande selva de pedras, fico pensando quantos há como eu. Pobres homens amaldiçoados, queimando de sede, figuras cômicas paraContinuar lendo “Farrapo Humano (The Lost Weekend, 1945)”

Sessão dupla com Almodóvar e Scorsese: Satisfação garantida

Os Infiltrados (The Departed, 2006) Puxa, nem sei como começar a falar daquele que aparentemente é o melhor filme do tio Martin desde Os Bons Companheiros (demorou para eu conseguir afirmar com segurança isso, passando por cima de Cassino e A Época da Inocência) e que, ao meu ver, não é pouca coisa. Os InfiltradosContinuar lendo “Sessão dupla com Almodóvar e Scorsese: Satisfação garantida”