Homens do ano: Wagner Moura, Mark Ruffalo e Javier Bardem

McCoy%2C%20%20%20%20Tim 01

Pelo menos foi por esses três que passei o ano de 2007 suspirando.
A mídia toda têm eleito Wagner Moura como o homem do ano, nem vou me esforçar para fugir do hype, ele foi mesmo e não tem como discutir, seja por novela das oito (mesmo sendo coisa de Gilberto Braga infelizmente não acompanhei, mas sempre dei um pulinho no YouTube para ver cenas de Mr. Moura), seja pelo tal Capitão Nascimento (um filme que realmente me surpreendeu pelo fato de se mostrar totalmente diferente do que toda mídia estava pintando, um bom aviso para mandar a opinião formatada dos outros às favas e se ater às suas próprias com mais profundidade), seja pelo resplandecente monstro de luvas no filme do Jorge Furtado (este sim foi o melhor papel de Moura em 2007) ou ter voltado à baianice com Monique Gardenberg (aparentemente homenageando Matheus Nachtergaele), mas o real fato dele estar aqui como homem do ano vem de um único e não reles momento inesquecível: Wagner Moura fazendo glu glu com Sergio Mallandro no Festival do Rio, seja lá o que isso possa significar.
Wagner Moura me lembra Mark Ruffalo e vice-versa, não apenas pelo fato de ambos serem moreninhos que lhe dão vontade de colocar no colo, mas por partilharem praticamente do mesmo estilo de atuação, ambos têm o mesmo tipo de empostação de voz, de presença em cena, aos meus olhos Ruffalo e Moura são entranhadamente parecidos. E aquelas costeletas de Ruffalo em Zodiac ganham todas as honras deste ano, sem mencionar o fato dele finalmente ter caído nas graças de Martin Scorsese e estará em seu próximo filme.
Agora, Javier Bardem alcançou definitivamente o cosmos no ano de 2007, gente como Coppola chegou a dizer que Bardem está acima de pessoas como Robert De Niro e Al Pacino, mas opiniões de cineastas rancorosos e decadentes à parte, Bardem além de se imortalizar nas mãos dos Coen, é certamente o homem mais sexy do mundo, valha-me deus, apenas um olhar mais profundo deste homem faria qualquer pessoa ter orgasmos.

Nota: Por que não tem nenhum escocês na lista? Porque só Gerard Butler, Henry Ian Cusick e James Macvoy já quebrariam a banca, então está terminantemente vedada a participação de escoceses nesta lista.

2 pensamentos sobre “Homens do ano: Wagner Moura, Mark Ruffalo e Javier Bardem

  1. “…mas opiniões de cineastas rancorosos e decadentes à parte…”

    HAHAHAHAHAHAHAHAHA!

    Ainda não vi o novo dos Coen, mas o Ruffalo com certeza destruiu em Zodíaco.

    Curtir

  2. ainda nao vi zodiaco. vi o “amor nos tempos do colera” e achei que o filme não é 10% do livro é enquanto livro. não é apenas prq detesto a shakira e acho que a música poderia ter sido melhor escolhida, mas parece que falta alguma coisa e a firmina velha não me convenceu (claro que quando ela tira a roupa convence por obrigação). nunca tinha ouvido falar do javier, mas quero ver “carne tremula” e “mar adentro” ainda.

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: