Da série melhores estréias no cinema: Kurt Russell

Estive matutando comigo e cheguei à conclusão que ninguém teve uma estréia melhor no cinema do que Kurt Russell, alguns podem ter estreado mais auspiciosamente, mas melhor não há: Russell estreou no cinema chutando a canela de Elvis Presley em Loiras, Morenas e Ruivas (It Happened at the World’s Fair, 1963) quando tinha 12 anos. A verdade é que o pequeno Kurt não queria chutar os cambitos do Rei porque realmente gostava dele e Elvis teve que pagar 5 dólares ao moleque pra fazê-lo chutar, enquanto sua personagem no filme teve que pagar uns míseros cents.
Elvis sempre fora o medalhão da sorte de Russell, foi ele que o uniu a John Carpenter no primeiro filme que fizeram juntos onde Kurt interpretou lindamente o rei em Elvis (1979), sua maneira de falar ficou tão idêntica (embora quem cante no filme do Carpenter seja Ronnie McDowell) que Robert Zemeckis o chamou para dublar o Elvis do seu Forrest Gump, e o resto é história.
Só pra retribuir o medalhão da sorte que foi chutar o Elvis, um moleque chutou Kurt Russell da mesma forma em 3000 Miles to Graceland (adoro assistir esse filme), em que ele vivia um dos assaltantes que se vestiam de Elvis pra roubar um cassino. Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

Publicado por Adriana Scarpin

Bibliófila, ailurófila, cinéfila e anarcafeminista. Really. Podem me encontrar também aqui: https://linktr.ee/adrianascarpin

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: