Dassin e Widmark na mesma semana…

2387314859 Ecbc00c05a O

Widmark e Gene Tierney na obra de Dassin: Sombras do Mal (Night and the City, 1950)

Jules Dassin, um dos mais importantes diretores americanos, morreu aos 96 anos. Isso uma semana após a morte de Richard Widmark com quem trabalhou num dos seus melhores filmes: Sombras do Mal. Dassin fez filmes sensacionais nos EUA, mas ficou mais conhecido por sua carreira européia, especialmente por um dos meus filmes preferidos: Rififi.

Nota: Sombras do Mal foi refilmado por Irwin Winkler no começo dos anos 90 com Robert De Niro e a Jessica Lange, mas sabe com são essas coisas… Mais medonho ainda é o projeto de remake do Rififi programado para o ano que vem com Al Pacino. MEDO.

Advertisements

2 thoughts on “Dassin e Widmark na mesma semana…

  1. Esse lance de remake é espinhoso, porque alguns remakes são adaptações distintas de um mesmo livro (como por exemplo, aquele embate entre Fritz Lang e Renoir que fiz há um tempo atrás, 4 obras primas) ou adaptações distintas de um mesmo tema central (Yojimbo e Por Um Punhado de Dólares, duas obras primas), o problema é gastar tempo e dinheiro para copiar uma idéia e não acrescentar nada, como acontece quando alguém quer refilmar algum Hitchcock por exemplo. Ou aquela porcaria de remake americano que fizeram do Pepe Le Moko em que copiaram até os malditos enquadramentos.
    Mas tem remakes melhores que originais sim… The Thing do Carpenter é melhor do que o original e olha que original tinha dedo do Howard Hawks. Sem falar de uns cineastas malucos que gostam de fazer novas versões dos próprios filmes, Boogie Nights é uma versão de um curta do Paul Thomas Anderson, Fogo Contra Fogo é uma versão de um filme para TV do Michael Mann, One Hour with You é a versão musical do mudo The Marriage Circle do Lubitsch…
    Um filme que parece ser um remake de Rififi é O Círculo Vermelho do Jean-Pierre Melville, Dassin influenciou tanto o Melville que o cara praticamente refilmou extra-oficialmente o Rififi, até as malditas cenas de cabaret estão lá! É claro que Rififi é um livro e vários outros filmes o adaptaram, mas é o filme do Dassin o definitivo, embora O Círculo Vermeho seja tão obra prima quanto e apesar da influência, não é uma adaptação mas um roteiro original.

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: