Pyewacket

Pyewacket e Gillian em Sortilégio de Amor (Bell Book and Candle, 1958) O filme que inspirou o seriado A Feiticeira foi basicamente o Casei-me com uma Feiticeira (I Married a Witch, 1942) de René Clair, com Veronica Lake e Fredric March, mas digamos que Sortilégio de Amor deu uma reavivada na memória perdida dos produtoresContinuar lendo “Pyewacket”

MacMurray, Lombard e o pastelão corriqueiro entre um take e outro

Esse é para encerrar o mês de comemorações, nada melhor que bolo nas fuças para isso. Nota 1: Claro que montei algumas coisas lá no CafePress este mês. Caneca de Miss Lombard é tudo na vida de uma pessoa. Nota 2: No embalo, que fique aqui os endereços de sites e produtos que abasteceram eContinuar lendo “MacMurray, Lombard e o pastelão corriqueiro entre um take e outro”

Os Filmes Bacanas de Cada Ano que o Cinema Viveu: 1984

1- Isto é Spinal Tap (This Is Spinal Tap, Rob Reiner)Hors concours, este é o melhor mockumentary da história (Zelig bem que o acompanha de perto) mesmo para quem não é muito fã de metal como eu, típica produção em que tudo deu certo na hora certa. Pena que o trabalho de Christopher Guest nãoContinuar lendo “Os Filmes Bacanas de Cada Ano que o Cinema Viveu: 1984”

Os Filmes Bacanas de Cada Ano que o Cinema Viveu: 1985

1- De Volta para o Futuro (Back to the Future, Robert Zemeckis)Hello? Hello? Anybody home? Huh? Think, McFly. Think! O grande mérito do primeiro De Volta para o Futuro é justamente o que faltou aos demais: Crispin Glover. George McFly é ídolo. Cachorros com nomes de cientistas, colete vermelho da guarda costeira, Ronald Reagan –Continuar lendo “Os Filmes Bacanas de Cada Ano que o Cinema Viveu: 1985”

Rain of Madness (2008)

É por isso que o Justin Theroux é foda, ao mesmo tempo em que é o queridinho do David Lynch é também um membro do Frat Pack. Gente sem frescura é o máximo. E só com o co-roteiro de Tropic Thunder nas costas ele ganhou os méritos para escrever o próximo Iron Man. Ah, claro,Continuar lendo “Rain of Madness (2008)”

Lucio (2007)

Lucio Urtubia es un Quijote que no luchó contra molinos de viento, sino contra gigantes de verdad. – Albert Boadella Documentário fascinante sobre um homem ainda mais fascinante e vamos combinar que tem os melhores créditos iniciais do cinema em muito tempo, no todo é quase um renascimento do que há de melhor no cinemaContinuar lendo “Lucio (2007)”

Os Filmes Bacanas de Cada Ano que o Cinema Viveu: 1986

1- Curtindo a Vida Adoidado (Ferris Bueller’s Day Off, John Hughes)Bueller?… Bueller?… Bueller? John Hughes é o segundo pai de milhões de pessoas pelo mundo e quem falar mal dele leva uns tabefes. Tudo que há de mais clássico no cinema dos anos 80 está alí, se fosse para escolher um filme para representar talContinuar lendo “Os Filmes Bacanas de Cada Ano que o Cinema Viveu: 1986”

Gentlemen Prefer Blondes: Cary Grant, Clark Gable, Ricardo Cortez

A loira é Carole Lombard, claro. I wish Carole Lombard would receive some of the attention lavished on Marilyn Monroe. They were so alike: blond, beautiful, sexy and at their best in comedy. They married famous men, and they died tragically young. The Monroe legend grows. Do people remember Lombard? She was a better actressContinuar lendo “Gentlemen Prefer Blondes: Cary Grant, Clark Gable, Ricardo Cortez”

Cary Grant, Groucho Marx, Carole Lombard, Chico Marx e Ronald Colman

Aquele tio alí do fundo não conheço, deve ser o apresentador do programa de rádio. Esta foto muito me intriga. O que é este olhar de Cary para Groucho com a mão pronta para quebrar-lhe o pescoço? Imagino as barbaridades que saíram das bocas de Carole e Groucho juntos. Foto roubada daqui