Centenário de Angenor de Oliveira, vulgo Cartola

Ainda é cedo amor
Mal comecaste a conhecer a vida
Já anuncias a hora da partida
Sem saber mesmo o rumo que irás tomar
Preste atenção querida
Embora saiba que estás resolvida
Em cada esquina cai um pouco a tua vida
Em pouco tempo não serás mais o que és
Ouça-me bem amor
Preste atenção, o mundo é um moinho
Vai triturar teus sonhos tão mesquinhos
Vai reduzir as ilusões a pó
Preste atenção querida
De cada amor tu herdarás só o cinismo
Quando notares estás à beira do abismo
Abismo que cavaste com teus pés

Fala Mangueira (1968)

Cartola (1974)

Cartola (1976)

.

Verde Que Te Quero

Rosa (1977)

Cartola 70 Anos (1978)

Ao Vivo (1982)

.

Documento Inédito (1982)

Entre Amigos

Discografia via Varal de Sons

Nota: Tantos centenários de gente morta, mas meu avô fez 102 anos esta semana e o desgraçado ainda está vivo e até dirige!!! Faz jus à sabedoria popular de que gente ruim não morre fácil.

Publicado por Adriana Scarpin

Bibliófila, ailurófila, cinéfila e anarcafeminista. Really. Podem me encontrar também aqui: https://linktr.ee/adrianascarpin

2 comentários em “Centenário de Angenor de Oliveira, vulgo Cartola

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: