Feliz dia do Bigode

Para comemorar, alguns dos preferidos que estarão devidamente abigodados nas telonas em breve: Jude Law para Sherlock Holmes George Clooney para Men Who Stare at Goats Brad Pitt para Inglourious Basterds Johnny Depp para Public Enemies Nessas quem saiu ganhando foi o Clooney que além de tudo roubou a peruca do Javier Bardem do armárioContinuar lendo “Feliz dia do Bigode”

Peter Cook, seu bigode e sua cesta de gatos

Embora as vestes nos confundam, presumo que esta foto seja dos tempos de A Loteria da Vida (The Wrong Box, 1966) em que além de apresentar o bigode lustroso, Cook dividia cena com Peter Sellers e todos os gatos do Dr Pratt, formando assim um dos mais lendários encontros de gênios cômicos ingleses já colocadosContinuar lendo “Peter Cook, seu bigode e sua cesta de gatos”

Os Filmes Bacanas de Cada Ano que o Cinema Viveu: 1978

1- Nos Tempos da Brilhantina (Grease, Randal Kleiser)Puxa, esse filme tinha participações da velha guarda como Joan Blondell, Eve Arden e Sid Caesar! Mas o que mais me faz gostar de Grease é que uma pessoa que amo é maluca por ele (nossa! eu amo seres humanos! que revelação bombástica!). Sabe como é, aquele tipoContinuar lendo “Os Filmes Bacanas de Cada Ano que o Cinema Viveu: 1978”

Oliver Reed e seu gato Felix

Só perdôo a falta de originalidade no nome do gato porque o Reed era muito foda. Foi um dos melhores atores nas telas dos anos 60 e 70, era melhor amigo do Keith Moon e, principalmente, vomitou no Steve McQueen. O por quê dele gostar de gatos? Provavelmente porque gatos são companheiros perfeitos para alcóolatras,Continuar lendo “Oliver Reed e seu gato Felix”