Hawks

Mr Hawks realmente muito preocupado com o salto de Miss Dickinson durante as filmagens de Rio Bravo (1959)
Mr Hawks realmente muito preocupado com o salto de Miss Dickinson durante as filmagens de Rio Bravo (1959)

Cahiers: What period of work do you prefer? Script, shooting, editing?
Hawks: I hate editing.

Cahiers: But you do the editing of your films?
Hawks: Oh, yes! Simultaneously with the shooting, if possible. When I started out in this profession, the producers were all afraid that I made a film too short because I didn’t give them enough film for editing. And I say: “I don’t wanto the movie in the cutting room, I want to make it myself on the set, and if that doesn’t suit you, too bad”. That’s not to say that editing isn’t a chore, particurlarly when you haven’t done a good job with the shooting. Editing is a horror for me because I look at my work for a second time and say that’s pretty bad, and that, and also that – The difficult work is the preparation: finding the story, deciding how to tell it, what to show. Once you begin shooting you see everything in the best light, develop certain details, and improve the whole. I never follow a script literally and I don’t hesitate to change a script completely if I see a chance to do something interesting. I like to work in the scenarios. Some of my best movies were written in very little time. Scarface took only eleven days, story and scenario.

Howard Hawks Interview – Jacques Becker/Jacques Rivette/François Truffaut, 1956

Nota: Isso explica porque o homem gostava mesmo de fazer remakes dos próprios filmes.

Publicado por Adriana Scarpin

Bibliófila, ailurófila, cinéfila e anarcafeminista. Really. Podem me encontrar também aqui: https://linktr.ee/adrianascarpin

6 comentários em “Hawks

  1. Tem um livro cheio de entrevistas com editores de gente tipo Kubrick, Peckinpah, Roeg, Bergman, etc. É legal ver os comentários sobre os hábitos de cada um, e principalmente como muitos deles deixavam muito espaço pro filme mudar na edição. Na verdade o Hawks (junto com o Hitchcock) devia ser um dos poucos que não “confiava” tanto assim na edição, e que já chegava com tudo planejado ou pelo menos preparado pra ser definido na filmagem.

    Curtir

    1. O Hitch era daqueles que já vinham com storyboards para o set (antes disso ter uma qualidade quase obrigatória) já tendo em mente a forma de edição e filmando em virtude disso, não? Tem uma entrevista do Welles para a Cahiers que ele comenta exatamente o oposto do que o Hawks diz, vou ver se acho e depois posto aqui.

      Curtir

  2. Se bobear o Hitchcock aparecia nas filmagens mais pra socializar, fazer umas piadas e manter a fama. Acho que em todos os documentários alguém menciona o fato dele preferir a pré-produção, ele sempre dizia que se divertia mesmo pensando o filme, e nem tanto com as outras coisas.
    É engraçado o Kubrick ter a fama de perfeccionista, quando o Hitchcock talvez se encaixe mais nisso, pelo menos na visão que a maioria das pessoas parece ter: aquilo do gênio que tem a idéia sensacional e fica só coordenando o trabalho dos outros pra organizar essa visão que ele já teve. Não que o Kubrick não fizesse isso, mas ele me parece mais um cara que soube aproveitar as maravilhosas condições em que trabalhou pra buscar todas as possibilidades dentro de cada projeto. Por isso os anos de preparação e as filmagens longas, pra filmar cada cena de todos os jeitos possíveis, e colocar até os atores nesse processo de descoberta do filme (e devia ser mesmo um inferno pra quem tava acostumado com as certezas que a maioria dos diretores deviam apresentar). E tudo isso continuava na edição, porque ele também chegava lá sem saber o que ia acontecer. Como se quisesse tanto surpreender quanto ser surpreendido, e pra isso precisava deixar espaço pras surpresas. Pra mim isso aí não é perfeccionismo, é saber aproveitar tempo, dinheiro e o potencial de cada etapa do processo.

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: