O Homem Que Surgiu De Repente (La Course du Lièvre à Travers les Champs, 1972)

Existem pecados infindáveis no mundo. O desprezo por La Course du Lièvre é um dos mais enigmáticos. Por que este filme não é incluído entre os melhores policiais dos anos 70? Aliás, por que não é incluso como um dos melhores policiais não só dos anos 70, mas de sempre? Por que não é apontado como brilhante na forma que mistura David Goodis, Sergio Leone, Marcel Proust e Lewis Carroll? Por que desprezam um filme neo-noir narrado como se fosse um western escrito por um poeta? Por que não é apontado como melhor filme de René Clement quando é superior a outros mais famosos do diretor? Por que ninguém menciona que a trilha sonora deste filme é a melhor composta por Francis Lai em toda sua carreira? Por que não tem gente se debulhando em lágrimas por ser a última colaboração da clássica duplinha motherfucker Ray-Ryan? Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem.

Nota: Vi este filme ontem e tive que compartilhar com o mundo a minha empolgação, mas o recesso continua.

3 thoughts on “O Homem Que Surgiu De Repente (La Course du Lièvre à Travers les Champs, 1972)

  1. Parece bacana o filme. “neo-noir narrado como se fosse um western escrito por um poeta” ,rs. Só essa descrição já me vendeu. No entanto, não consigo achar o título em português para ele. E acho muito difícil que vá encontrá-lo em uma locadora. Você baixou ele em algum lugar?

    • Foi sim, mas não me lembro exatamente se foi pelo emule ou via torrent. Provavelmente foi emule, porque pouco faço uso de torrent, só mesmo em situações de vida ou morte.

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: