Retrospectiva Lost: Gatos de Enter 77

Agora que estou saudosista porque só falta um mês para essa joça acabar, eventualmente colocarei algumas menções de pequenas coisas que me foram marcantes no seriado. Este em especial, me deixou deveras apreensiva porque explodiram a casa do russo doidão com o gato dentro, mas obviamente o gato saiu ileso. Nem é preciso dizer que este foi o melhor episódio do Sayid.

Nota: Por falar em gatos e Lost, é tempo de ir ver o Alice do Burton.

Publicado por Adriana Scarpin

Bibliófila, ailurófila, cinéfila e anarcafeminista. Really. Podem me encontrar também aqui: https://linktr.ee/adrianascarpin

3 comentários em “Retrospectiva Lost: Gatos de Enter 77

  1. O legal de pensar em Lost agora é que muitas das implicâncias que eu tive durante a série vão pro espaço. Esse último episódio teve o que eu mais gosto ali: a constelação de personagens movendo tudo, as coisas se desenvolvendo porque é o que deve acontecer, “logicamente”. Ao mesmo tempo que eu acho que podiam levar mais episódios pra esse lado, é meio óbvio que não era possível, precisavam de tempo pra desenvolver cada personagem no seu tempo, etc.

    Curtir

    1. Engraçado, sempre gostei mais de episódios centrados numa persona específica (especialmente porque mostrava que todos eram potenciais Sísifos), mas nessa temporada eles deviam ter começado bem mais cedo com esse alinhave de um por todos e todos por um, acho que o seriado lucraria muito mais se esse tal alinhave final fosse menos corrido, mas só resolveram trazer o costureiro de volta depois da metade da temporada! Uma coisa que me incomoda é que daqui umas duas semanas haverá um episódio exclusivo do Jacob e do Fumacinha, legal, bacana, mas de todas as pessoas, a Eloise e o Widmore me interessam muito mais e são muito mais misteriosos sobre suas atitudes e intenções, tipo, eles ficarão em aberto? Isso seria uma decepção gigantesca.
      No último episódio fiquei com um orgulho danado do Jack, nada demonstra melhor a coerência de um ser humano do que pular do barco dos anões quando é preciso. Jack virando Locke, Sawyer virando Jack, Desmond virando Jacob… coisa linda. Apesar das coisinhas lindas que andam ocorrendo, ainda tenho maus pressentimentos sobre o final derradeiro, especialmente no que diz respeito a Locke e Desmond na correção do looping no tempo à la Donnie Darko e o curso do monomito.

      Curtir

  2. Eu duvido que Eloise e Widmore tenham episódios exclusivos, e se algum dos dois tiver (e ou é um ou outro, ou os dois juntos, praticamente impossível ter um pra cada) acho que só se isso envolver muito mais gente, como foi nesse Last Recruit. O que é uma pena, porque eles são mesmo mais interessantes que muito do papo Jacob x Fumaça (sério, acho que tirando a primeira aparição dos dois juntos, eu não achei NENHUMA CENA deles tão interessante assim).

    E também tenho mau pressentimentos sobre o final, mas acho que o principal agora é ser algo empolgante.

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: