Centenário de Paulette Goddard

Há contovérsias novamente, as fontes sobre o ano de nascimento de Miss Goddard variam entre os anos de 1905 e 1914, enfim, não importa, a mulher foi uma das mais infinitamente belas do cinema, além de uma atriz sensacional, então top-dúzia nela, oras.

1- Tempos Modernos (Modern Times, Charles Chaplin, 1936)
2- O Grande Ditador (The Great Dictator, Charles Chaplin, 1940)
3- As Mulheres (The Women, George Cukor, 1939)
4- Vendaval de Paixões (Reap The Wild Wind, Cecil B. DeMille, 1942)
5- Os Indiferentes (Gli Indifferenti, Francesco Maselli, 1964)
6- A Flor do Lodo (Kitty, Mitchell Leisen, 1945)
7- Os Inconquistáveis (Unconquered, Cecil B. DeMille, 1947)
8- A Porta de Ouro (Hold Back the Dawn, Mitchell Leisen, 1941)
9- Segredos de Alcova (The Diary of a Chambermaid, Jean Renoir, 1946)
10- Um Marido Ideal (An Ideal Husband, Alexander Korda, 1947)
11- O Amor de minha vida (Second Chorus, H.C. Porter, 1940)
12- Castelo Sinistro (The Ghost Breakers, George Marshall, 1940)

Coloque uma peruca preta de cabelos cacheados na Naomi Watts e temos Paulette Goddard século XXI. Nicole Kidman (a irmã perdida de Watts – não é à toa que são amigas desde a infância) talvez não conseguisse ter o mesmo efeito.

Publicado por Adriana Scarpin

Bibliófila, ailurófila, cinéfila e anarcafeminista. Really. Podem me encontrar também aqui: https://linktr.ee/adrianascarpin

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: