Michael Powell Film Festival: Falling into the Widening Gyre

A verdade é que este é um dos melhores e mais concisos textos que já li sobre Michael Powell, simplesmente porque resume tudo que sempre vi no cinema dele. Apenas esqueceu de citar o mais óbvio de todos: o Gulf of Corryvreckan de I Know Where I’m Going!

Michael Powell Film Festival: Falling into the Widening Gyre Turning. Turning Turning.   From who knows what realm of time, Michael Powell stepped into my circle.  Here’s how: independent of each other’s urging, three friends–Karin, Goshia and Jean–ordered a que full of his titles from Netflix and are simultaneously watching his films,most of which we … Read More

via art is art. everything else is everything else.

Publicado por Adriana Scarpin

Bibliófila, ailurófila, cinéfila e anarcafeminista. Really. Podem me encontrar também aqui: https://linktr.ee/adrianascarpin

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: