Estudando Huxley (e Isherwood!) com Tom Ford




*Direito de Amar (A Single Man, Tom Ford, 2009)

Se um aluno depois de ter lido um livro do Huxley me perguntasse se este era anti-semita, juro que não jogaria nenhum apagador e nem pediria elegantemente para tal estudante enfiar o livro no cu, simplesmente sairia da sala em silêncio e nunca mais voltaria.
Bem diferente de George que deu a aula até o fim e só depois foi pra casa tentar se matar. Rá!

Publicado por Adriana Scarpin

Bibliófila, ailurófila, cinéfila e anarcafeminista. Really. Podem me encontrar também aqui: https://linktr.ee/adrianascarpin

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: