Um jantar com…

1. Carl Jung

2. Hermann Hesse

3. Wilhelm Reich

4. William Burroughs

5. Ken Russell

6. Douglas Adams

7. Aldous Huxley

Isso é bem difícil porque nem sempre pessoas que admiro seriam uma boa idéia para passar horas agradáveis, parte delas poderiam mesmo se tornar insuportáveis, por isso a função de refutador-mor aqui fica com Adams, que no mínimo era bem divertido. E por que não há mulheres nessa mesa além de mim? Porque não sou besta, oras. Nunca ouviu falar da rivalidade feminina?

6 thoughts on “Um jantar com…

  1. Genial a lista. Mas o Reich também era meio contestador, não?

    A minha seria mais ou menos essa:

    1. Carl Jung
    2. Robert Bresson
    3. James Joyce
    4. Stanley Kubrick
    5. Jorge Luis Borges
    6. Fritz Lang
    7. William Blake

    A posição de cada um na mesa é essencial. E as mulheres eu deixo pra outra lista (afinal, o que sobra pra falar quando a Marlene Dietrich tá do seu lado?)

    Like

    • Em geral todos eles são contestadores, o lance com o Adams é o fato dele ser um dos caras mais fervorosamente céticos em todos os sentidos possíveis que vai meio contra o resto da mesa. Reich é tranquilo, mas talvez não seja aconselhável convidá-lo na fase “estou muito louco no meio da floresta” hehehe. E veja só, jamais colocaria alguns ídolos pra jantar no meio do povo (você tem idéia da tragédia de jantar que ia ser o Joyce e o Jung na mesma mesa?), com esse povo o lance seria mais uma conversa particular e não reuniões sociais das quais nem mesmo sou minimamente fã e de insuportável já basta eu, a escolha foi mesmo a partir de pessoas que provavelemente me deixariam à vontade (talvez pudesse passar uma vida inteira com a cabeça repousada no ombro do Huxley), aconchegada, aquecida e tranquila. O Proust por exemplo, na hora da sobremesa eu olharia para ele, gritaria e arrancaria seus olhos com uma colher.

      Fraulein Dietrich certamente é um problema, pensei em fazer uma versão orgia onde certamente ela estaria presente, junto com Jean Gabin, Ava Gardner, Oliver Reed, Michael Caine, Michael Fassbender e James Mason. E aqui a posição é irrelevante. Rá.

      Like

  2. Hahahahahahaha

    Rá, sem dúvida.

    Ah, eu coloquei uns ali justamente pra ter conflitos. Cada um puxando a sardinha pra um lado, e um no meio pra equilibrar. Pensei no Welles ao invés do Lang, de frente pro Bresson, mas ele ia ser tão mais histriônico que os outros que não ia dar certo.

    Like

    • Por razão desconhecida (!?!) quando você mencionou o Welles me veio a imagem imediata do gigante do João e o Pé de Feijão gritando fin fon fun (ou seja lá o que ele grite)

      Like

  3. Pingback: Hoje é o famoso 26 de julho… | Quixotando

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: