Um jantar com…

1. Carl Jung
2. Hermann Hesse
3. Wilhelm Reich
4. William Burroughs
5. Ken Russell
6. Douglas Adams
7. Aldous Huxley

Isso é bem difícil porque nem sempre pessoas que admiro seriam uma boa idéia para passar horas agradáveis, parte delas poderiam mesmo se tornar insuportáveis, por isso a função de refutador-mor aqui fica com Adams, que no mínimo era bem divertido. E por que não há mulheres nessa mesa além de mim? Porque não sou besta, oras. Nunca ouviu falar da rivalidade feminina?

Publicado por Adriana Scarpin

Bibliófila, ailurófila, cinéfila e anarcafeminista. Really. Podem me encontrar também aqui: https://linktr.ee/adrianascarpin

6 comentários em “Um jantar com…

  1. Genial a lista. Mas o Reich também era meio contestador, não?

    A minha seria mais ou menos essa:

    1. Carl Jung
    2. Robert Bresson
    3. James Joyce
    4. Stanley Kubrick
    5. Jorge Luis Borges
    6. Fritz Lang
    7. William Blake

    A posição de cada um na mesa é essencial. E as mulheres eu deixo pra outra lista (afinal, o que sobra pra falar quando a Marlene Dietrich tá do seu lado?)

    Curtir

    1. Em geral todos eles são contestadores, o lance com o Adams é o fato dele ser um dos caras mais fervorosamente céticos em todos os sentidos possíveis que vai meio contra o resto da mesa. Reich é tranquilo, mas talvez não seja aconselhável convidá-lo na fase “estou muito louco no meio da floresta” hehehe. E veja só, jamais colocaria alguns ídolos pra jantar no meio do povo (você tem idéia da tragédia de jantar que ia ser o Joyce e o Jung na mesma mesa?), com esse povo o lance seria mais uma conversa particular e não reuniões sociais das quais nem mesmo sou minimamente fã e de insuportável já basta eu, a escolha foi mesmo a partir de pessoas que provavelemente me deixariam à vontade (talvez pudesse passar uma vida inteira com a cabeça repousada no ombro do Huxley), aconchegada, aquecida e tranquila. O Proust por exemplo, na hora da sobremesa eu olharia para ele, gritaria e arrancaria seus olhos com uma colher.

      Fraulein Dietrich certamente é um problema, pensei em fazer uma versão orgia onde certamente ela estaria presente, junto com Jean Gabin, Ava Gardner, Oliver Reed, Michael Caine, Michael Fassbender e James Mason. E aqui a posição é irrelevante. Rá.

      Curtir

  2. Hahahahahahaha

    Rá, sem dúvida.

    Ah, eu coloquei uns ali justamente pra ter conflitos. Cada um puxando a sardinha pra um lado, e um no meio pra equilibrar. Pensei no Welles ao invés do Lang, de frente pro Bresson, mas ele ia ser tão mais histriônico que os outros que não ia dar certo.

    Curtir

    1. Por razão desconhecida (!?!) quando você mencionou o Welles me veio a imagem imediata do gigante do João e o Pé de Feijão gritando fin fon fun (ou seja lá o que ele grite)

      Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: