Também quero Elton John cantando no meu casamento…

… só que Pinball Wizard, é claro. E se você contextualizar a letra dessa música para um casal, ela é bem romântica. Rá.

E para completar o nonsense do fim de semana, era bem esse outro papa que deveria ser beatificado.

Certamente não estou brincando quando digo que Ken Russell deveria comandar o universo. O problema não são casamentos, beatificações ou mortes, o problema é o circo que se cria em cima disso e se é para criar atividades circenses em cima de coisas tão triviais, então que seja pelas mãos de Ken Russell, possuidor de um talento muito superior à mediocridade da imprensa e população em geral. É, encontrar uma entrevista tão melancólica com tio Ken perdida em meio a toda essa balbúrdia no Guardian deste fim de semana me deixou de mal humor, especialmente quando este jamais terá na ocasião de sua morte um milésimo da atenção midiática que recebe a de um assassino extremista. A palavra certa não é mal humor e sim melancolia, mas temos que fingir ter mal humor de vez em quando, especialmente quando vemos o cineasta vivo com o qual mais nos importamos perdido num canto qualquer.

2 pensamentos sobre “Também quero Elton John cantando no meu casamento…

  1. Pingback: 24 Frames: Tommy (Ken Russell, 1975) | Quixotando

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: