Seria a figura masculina perfeita…

… alguém com a mente de Carl Jung no corpo de Michael Fassbender te espancando em Vienna? Oh hell… YES!

E essa coisa da galera chamá-lo de “filme sobre Freud” – está todo mundo insano? Isso é sobre a relação da Spielrein com o Jung, enquanto Gross e Freud são meros coadjvantes, influentes – Freud como o opressor e Gross como o tentador, mas coadjuvantes. Até aqui Freud atrapalha a minha vida e a de todos ao redor, não há dente que sobre sem ranger ou pernas que se mantenham abertas perante toda essa publicidade opressiva e banalizada em torno do Freud. E o que vemos no trailer não é nem freudiano, nem junguiano, muito menos spielreiniano, o que vemos alí é ottogrossiano, minha gente, não há como passar incólume ao pequeno demônio Gross, nem sempre ele vence no final, mas em algum momento ele sempre vence.

Nota: Notem que completamente ignorei Mortensen & Cassel, pior, ignorei Cassel como Otto Gross para ver o grau de absurdidade que essa coisa de Fassbender=Jung pode dar na cabeça de um ser humano. Alguém já notou o modo em que a mandíbula dele se move? É absolutamente pornográfico.

3 pensamentos sobre “Seria a figura masculina perfeita…

  1. Pingback: Gross – Richthofen – Lawrence | Quixotando

  2. Pingback: O Sussurro do Demômio | Quixotando

  3. Pingback: Persephone | Quixotando

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: