24 Frames: Sixty Glorious Years (Herbert Wilcox, 1938)

Se hoje você tem o desprazer de ver o Príncipe Charles de kilt, culpe o Albert, infelizmente nem só de Walbooks, Pearces e Firths vive a realeza britânica. E não foi apenas o kilt que ele tornou popular, reza a lenda que o seu xará Príncipe Albert, o piercing peniano, foi criado especialmente para ele, numa versão mais prozaica o utensílio era usado para puxar o pênis avantajado e disfarçá-lo dentro das calças justíssimas do período, ou seja, Albert preconizou o movimento punk, o glam e ainda curtia um S&M. Não é á toa que tia Victoria teve nove filhos com ele.

3 thoughts on “24 Frames: Sixty Glorious Years (Herbert Wilcox, 1938)

  1. Tem uns filmes de época da virada dos anos 30 pra 40 que costumam ser bem bonitos. Drums Along the Mohawk (o primeiro colorido do Ford), os westerns do Lang, provavelmente esse aí também. Todos com tela quadrada, em Technicolor e os mesmos tipos de composição – que me lembram mais Barry Lyndon do que qualquer outro filme.

    Like

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: