Anna Massey (1937 – 2011)

Apesar de ter sido uma atriz predominantemente de teatro e televisão (chegou a ser Gertrude Bell no Jovem Indiana Jones, ao lado de Cyril Cusack como George Clemenceau!) e ter herdado genes cheios de talento, digamos que ela teve “seus momentos” no cinema e TV trabalhando com figurinhas desconhecidas como John Ford (seu padrinho não só na estréia do cinema, como também no sentido restrito), Michael Powell, Otto Preminger, Alfred Hitchcock, George Cukor, Bob Rafelson, George Roy Hill, Álex de la Iglesia, Neil LaBute, Lewis Gilbert, Ronald Neame, David Hare, Jan Sverák, Mike Newell, Stephen Frears, Roy Ward Baker, Delbert Mann, Roger Corman, Fred Zinneman, Cy Endfield e Robert Hamer. Top 5, então:

1- A Tortura do Medo (Peeping Tom, Michael Powell, 1960)
2- Bunny Lake Desapareceu (Bunny Lake is Missing, Otto Preminger, 1965)
3- Frenesi (Frenzy, Alfred Hitchcock, 1972)
4- O Operário (The Machinist, Brad Anderson, 2004)
5- Um Crime por Dia (Gideon's Day, John Ford, 1958)

Bônus: Come and Go (John Crowley, 2000)

Publicado por Adriana Scarpin

Bibliófila, ailurófila, cinéfila e anarcafeminista. Really. Podem me encontrar também aqui: https://linktr.ee/adrianascarpin

Um comentário em “Anna Massey (1937 – 2011)

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: