Centenário de Erwin Hillier

There are so many things in nature that are fascinating. When we used to go out to select locations I would spend hours by myself… I used to find out the time when everything looked most fascinating, when it has character and style, rather than shoot in a flat light.

Hillier photographed I Know Where I’m Going! This film deals with the mythical powers of the Western Isles of Scotland, and Hillier’s subtle lighting techniques – graduated filters and small lamps at sunset – are the major determinant of the landscape imagery, which are the most sublime in the whole period. Hillier’s visual sensibility operated as a kind of membrane through which a European sense of landscape could seep, and he had an individual ‘landscape style’, regardless of the director he worked for.

Cinema and Landscape by Graeme Harper, Jonathan Rayner

Top 5 baseado na qualidade geral dos filmes e não propriamente na do trabalho de Hillier, embora exista a proporcionalidade, é claro.

1- Sei Onde Fica o Paraíso ('I Know Where I'm Going!', Powell & Pressburger, 1945)
2- Um Conto de Canterbury (A Canterbury Tale, Powell & Pressburger, 1944)
3- A Morte não Manda Aviso (The Quiller Memorandum, Michael Anderson, 1966)
4- Escola de Pilantras (School for Scoundrels, Robert Hamer / Hal E. Chester / Cyril Frankel, 1960)
5- The October Man (Roy Ward Baker, 1947)

Nota: Erwin Hillier foi apresentado por Murnau ao Fritz Lang e este o colocou como assistente de câmera em M, logo depois Hillier teve que correr de Berlin como a outra metade dos artistas da Alemanha, foi parar na Inglaterra, onde se tornou assistente de câmera do Powell em The Man Behind the Mask de 1936. A ligação do Hillier como pupilo primordial de Murnau traz uma luz do porque IKWIG e Canterbury Tale parecem ter tanto em comum com o cinema de Frank Borzage, que fora também um pupilo direto do Murnau. O estranho é Hillier não ter se envolvido nas filmagens de The Edge of the World, seria a cara dele.

Publicado por Adriana Scarpin

Bibliófila, ailurófila, cinéfila e anarcafeminista. Really. Podem me encontrar também aqui: https://linktr.ee/adrianascarpin

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: