85 anos de Christopher Plummer

Top-dúzia, então: 1- O Homem que queria ser Rei (The Man Who Would Be King, John Huston, 1975) 2- Jornada Tétrica (Wind Across the Everglades, Nicholas Ray/Budd Schulberg, 1958) 3- O Informante (The Insider, Michael Mann, 1999) 4- Os Homens que Não Amavam as Mulheres (The Girl with the Dragon Tattoo, David Fincher, 2011) 5-Continuar lendo “85 anos de Christopher Plummer”

Centenário de Nicholas Ray – Parte 1

Não tem muito o que dizer não, já tem gente suficiente puxando o saco dele. E definitivamente não tenho a mínima idéia de como fazer um top, pra isso teria que rever tantos filmes que há séculos não vejo, mesmo assim vai uma impressão, top-dúzia: Nota 1: Olhando para a foto do Lonely Place, RayContinuar lendo “Centenário de Nicholas Ray – Parte 1”

Cem anos de Elia Kazan – Parte 1

Dale Bennett escreve roteiros cinematográficos e era, naquela época, um dos meus melhores amigos. Ganhou uma vez um prêmio da Academia e, mais cedo ou mais tarde, alguém acaba sempre por lhe dar um emprego, apesar de aquilo que escreve ser dez anos antiquado, mesmo para Hollywood. No entanto, está inteiramente convencido de que seuContinuar lendo “Cem anos de Elia Kazan – Parte 1”