Centenário de William Holden

Bom, desnecessário apresentações, uma vez que o Holden abria o seu sorrisão ou dava uma tiradinha irônica, não havia escapatória para o seu charme infinito. Nunca um top me foi tão sofrido, entre outros profissionais de cinema sempre me foi fácil escolher entre um e outro filme, aqui eu realmente não sabia o que ficavaContinuar lendo “Centenário de William Holden”

Dame Judi Dench completa 80 anos

Top-dúzia, então: 1- Hamlet (Kenneth Branagh, 1996) 2- Jane Eyre (Cary Fukunaga, 2011) 3- Henrique V (Henry V, Kenneth Branagh, 1989) 4- Casino Royale (Martin Campbell, 2006) 5- Uma Janela para o Amor (A Room with a View, James Ivory, 1985) 6- J. Edgar (Clint Eastwood, 2011) 7- Skyfall (Sam Mendes, 2012) 8- Notas sobreContinuar lendo “Dame Judi Dench completa 80 anos”

Leonardo DiCaprio 4.0

Top dúzia, então: 1- Prenda-me se for Capaz (Catch me if you can, Steven Spielberg, 2002) 2- A Ilha do Medo (Shutter Island, Martin Scorsese, 2010) 3- Romeo + Juliet (Baz Luhrmann, 1996) 4- O Lobo de Wall Street (The Wolf of Wall Street, Martin Scorsese, 2013) 5- Django Livre (Django Unchained, Quentin Tarantino, 2012)Continuar lendo “Leonardo DiCaprio 4.0”

James Garner (1928 – 2014)

Top-dúzia, então: 1- Fugindo do Inferno (The Great Escape, John Sturges, 1963) 2- Vítor ou Vitória (Victor/Victoria, Blake Edwards, 1982) 3- Infâmia (The Children’s Hour, William Wyler, 1961) 4- A Hora da Pistola (Hour of the Gun, John Sturges, 1967) 5- Não Podes Comprar o Meu Amor (The Americanization of Emily, Arthur Hiller, 1964) 6-Continuar lendo “James Garner (1928 – 2014)”

Eli Wallach (1915 – 2014)

Top dúzia, então: 1- Três Homens em Conflito (Il Buono, il Brutto, il Cattivo, Sergio Leone, 1966) 2- Os Desajustados (The Misfits, John Huston, 1961) 3- O Poderoso Chefão 3 (The Godfather: Part III, Francis Ford Coppola, 1990) 4- Boneca de Carne (Baby Doll, Elia Kazan, 1956) 5- Como Roubar um Milhão de Dólares (HowContinuar lendo “Eli Wallach (1915 – 2014)”

William A. Fraker (1923 – 2010)

. . . . . . . . . . . . .

Top-dúzia: Eastwood 8.0 – O Diretor

I suppose Clint Eastwood is the most underrated director in the world today…They don’t take him seriously…an actor like Eastwood is such a pure type of mythic hero-star in the Wayne tradition that no one is going to take him seriously as a director. But someone ought to say it. And when I saw (The Outlaw Josey Wales) for the fourth time, I realized that it belongs with the great Westerns…of Ford and Hawks and people like that. And I take my hat off to him. – Orson Welles

Achado … do dia: Letters of Note

. . . . . Letters of Note Pilhas e pilhas de correspondência alheia de grande interesse cultural. É tanta coisa que foi difícil escolher apenas uns pares delas. Algumas mais longas são igualmente indispensáveis, tais como a do Kurt Vonnegut durante a guerra ou da esposa do Aldous Huxley sobre seus últimos dias banhadosContinuar lendo “Achado … do dia: Letters of Note”

Top dúzia: John Sturges

Nota: Nem gosto tanto assim dele (meu Sturges é bem outro!), mas ele me proporcionou alguns bons momentos de entretenimento, então nada mais justo do que lembrar dele em seu centenário.

JB 6.0

Top-dúzia do homem em comemoração dos sessentinha: 1- O Grande Lebowski (The Big Lebowski, Coen Brothers, 1998)Probably about 50% of The Dude’s wardrobe was out of my closet: the jelly shoes, a lot of the t-shirts. 2- Cidade das Ilusões (Fat City, John Huston, 1972)I’m flooded with so many memories…the first thing I remember isContinuar lendo “JB 6.0”

Empire Magazine 20th Anniversary

Nota 1: Cadê o Fassbender ao lado do Gerry? Nota 2: Ainda bem que colocaram os homens d’O Senhor dos Anéis e não atolaram a foto com hobbits. Nota 3: Só agora me dei conta que faz um tempo danado que o Jack Nicholson não aparece nos cinemas. Nota 4: Acho que o Tom CruiseContinuar lendo “Empire Magazine 20th Anniversary”