Dede Allen (1925 – 2010)

Matadouro 5 (Slaughterhouse-Five, George Roy Hill, 1972) Homens em Fúria (Odds Against Tomorrow, Robert Wise, 1959) Por uma Rajada de Balas (Bonnie and Clyde, Arthur Penn, 1967) Desafio à Corrupção (The Hustler, Robert Rossen, 1961) Um Dia de Cão (Dog Day Afternoon, Sidney Lumet, 1975) America, America (Elia Kazan, 1963) Henry & June (Philip Kaufman,Continuar lendo “Dede Allen (1925 – 2010)”

Semana John Hughes: #1 Curtindo a Vida Adoidado (Ferris Bueller’s Day Off, 1986)

Not that I condone fascism, or any -ism for that matter. -Ism’s in my opinion are not good. A person should not believe in an -ism, he should believe in himself. I quote John Lennon, “I don’t believe in Beatles, I just believe in me.” Good point there. After all, he was the walrus. YouContinuar lendo “Semana John Hughes: #1 Curtindo a Vida Adoidado (Ferris Bueller’s Day Off, 1986)”

Semana John Hughes: #2 Clube dos Cinco (The Breakfast Club, 1985)

Com a morte de Hughes alguma coisa boa virá a acontecer. Eu pressinto. Clube dos Cinco tinha originalmente duas horas e meia de duração, coisa que foi para o beleléu na hora da distribuição, a única cópia completa que existia era a pertencente ao próprio Hughes, com sua morte o mínimo que se pode fazerContinuar lendo “Semana John Hughes: #2 Clube dos Cinco (The Breakfast Club, 1985)”

Semana John Hughes: #3 Gatinhas & Gatões (Sixteen Candles, 1984)

Vinte e quatro horas na vida de uma mulher em formação. Hughes é o Zweig dos pubescentes, é o Joyce dos espinhentos. Hughes era também um homem fiel. Em seu primeiro filme escala Molly Ringwald e Anthony Michael Hall e com isso passaria os próximos anos escrevendo filmes especialmente para eles, mesmo ambos nem sempreContinuar lendo “Semana John Hughes: #3 Gatinhas & Gatões (Sixteen Candles, 1984)”

Semana John Hughes: #4 Antes só do que Mal Acompanhado (Planes, Trains & Automobiles, 1987)

Mr Hughes sempre teve um lance marcante com relação ao tempo em seus filmes, todos apresentam a neurastenia de horas marcadas e tempo se esvaindo. É sempre preciso chegar em algum lugar ou terminar algo. E logo. É Mr Hughes te ensinando a não deixar a bunda na cadeira, o homem é o coelho deContinuar lendo “Semana John Hughes: #4 Antes só do que Mal Acompanhado (Planes, Trains & Automobiles, 1987)”

Semana John Hughes: #5 Mulher Nota 1000 (Weird Science, 1985)

É possível que este seja até o pior filme de John Hughes, mas putz, como eu amo essa coisa toda. Além de aprendermos que Hughes também não gosta de militares (ao lado de palhaços e professores), há Oingo Boingo, fantasias juvenis, ficção científica, Mad Max, Quadrilha de Sádicos, Mary Poppins, Frankenstein, Bob, Kelly, Bill e,Continuar lendo “Semana John Hughes: #5 Mulher Nota 1000 (Weird Science, 1985)”

Semana John Hughes: #6 Ela Vai ter um Bebê (She’s Having a Baby, 1988)

Esse é daqueles filmes que fazem um paralelo especial com coisas que vi e vivi, no caso o filme foi lançado no mesmo ano do casamento de minha irmã, com quem eu tinha uma ligação de profundidade absoluta. Foi o ano da escolha de Hughes para entrar na vida adulta, assim como o foi deContinuar lendo “Semana John Hughes: #6 Ela Vai ter um Bebê (She’s Having a Baby, 1988)”

Semana John Hughes: #7 Quem Vê Cara Não Vê Coração (Uncle Buck, 1989)

O homem escreveu dezenas de roteiros, mas dirigiu apenas 8 filmes, como isto aqui é a semana dele e a mesma possui 7 dias, um filme terá que ficar de fora. A minha escolha óbvia fica por conta de A Malandrinha (Curly Sue, 1991), cuja protagonista é uma fofura, mas é o filme que menosContinuar lendo “Semana John Hughes: #7 Quem Vê Cara Não Vê Coração (Uncle Buck, 1989)”

Os Filmes Bacanas de Cada Ano que o Cinema Viveu: 1985

1- De Volta para o Futuro (Back to the Future, Robert Zemeckis)Hello? Hello? Anybody home? Huh? Think, McFly. Think! O grande mérito do primeiro De Volta para o Futuro é justamente o que faltou aos demais: Crispin Glover. George McFly é ídolo. Cachorros com nomes de cientistas, colete vermelho da guarda costeira, Ronald Reagan –Continuar lendo “Os Filmes Bacanas de Cada Ano que o Cinema Viveu: 1985”

Os Filmes Bacanas de Cada Ano que o Cinema Viveu: 1986

1- Curtindo a Vida Adoidado (Ferris Bueller’s Day Off, John Hughes)Bueller?… Bueller?… Bueller? John Hughes é o segundo pai de milhões de pessoas pelo mundo e quem falar mal dele leva uns tabefes. Tudo que há de mais clássico no cinema dos anos 80 está alí, se fosse para escolher um filme para representar talContinuar lendo “Os Filmes Bacanas de Cada Ano que o Cinema Viveu: 1986”