Cem anos de Lucille Ball

A mulher é conhecida até hoje como o maior ícone da TV de todos os tempos, não só nos EUA, mas algo que acabou se espalhando pelo mundo (talvez não na Rússia, rá!), mas antes disso ela já demonstrava todo o seu talento como show-woman quando ainda era a ruivassa rainha dos filmes B dosContinuar lendo “Cem anos de Lucille Ball”

Cem anos de Ginger Rogers

Não sou realmente uma fã de Rogers (ao contrário do que alguns pensam, não é porque é objeto de interesse que existe alguma afinidade entre este e seu locutor), gosto bastante de muita coisa que ela fez, especialmente cantando e dançando (por outro lado me derreto pelo Fredie… sempre), mas se compararmos sua carreira dramática/cômicaContinuar lendo “Cem anos de Ginger Rogers”

Cem anos de Hermes Pan

Flor de Lótus (Flower Drum Song, Henry Koster, 1961) Cativa e Cativante (A Damsel in Distress, George Stevens, 1937) Can-Can (Walter Lang, 1960) O Picolino (Top Hat, Mark Sandrich, 1935) Uma Noite no Rio (That Night in Rio, Irving Cummings, 1941) Pernas Provocantes (Roxie Hart, William A. Wellman, 1942) Meias de Seda (Silk Stockings, RoubenContinuar lendo “Cem anos de Hermes Pan”