Louis Jourdan (1921 – 2015)

Top 5, então: 1- Carta de uma Desconhecida (Letter from an Unknown Woman, Max Ophuls, 1948) 2- Gigi (Vincente Minnelli, 1958) 3- A Sedutora Madame Bovary (Vincente Minnelli, 1949) 4- Agonia de Amor (The Paradine Case, Alfred Hitchcock, 1947) 5- Can Can (Walter Lang, 1960)

80 anos de Shirley MacLaine

Top dúzia, então: 1- Se meu Apartamento Falasse (The Apartment, Billy Wilder, 1960) 2- O Terceiro Tiro (The Trouble with Harry, Alfred Hitchcock, 1955) 3- Irma la Douce (Billy Wilder, 1963) 4- Muito Além do Jardim (Being There, Hal Ashby, 1979) 5- Charity meu Amor (Sweet Charity, Bob Fosse, 1969) 6- Infâmia (The Children’s Hour,Continuar lendo “80 anos de Shirley MacLaine”

Centenário de Jack Martin Smith

Um tanto assustador o currículo deste senhor.

Cem anos de Hermes Pan

Flor de Lótus (Flower Drum Song, Henry Koster, 1961) Cativa e Cativante (A Damsel in Distress, George Stevens, 1937) Can-Can (Walter Lang, 1960) O Picolino (Top Hat, Mark Sandrich, 1935) Uma Noite no Rio (That Night in Rio, Irving Cummings, 1941) Pernas Provocantes (Roxie Hart, William A. Wellman, 1942) Meias de Seda (Silk Stockings, RoubenContinuar lendo “Cem anos de Hermes Pan”

Cem anos de James Mason – Parte 7

72- Madame Bovary (Vincente Minelli, 1949)Mason é o próprio Flaubert defendendo sua criatura nos tribunais franceses de sua época. Tenta-se colocar a perspectiva do autor com o próprio narrando as peripécias de sua personagem mais famosa, é uma forma narrativa interessante mas não há quem suporte a protegida do Selznick, Jennifer Jones, encarnando uma dasContinuar lendo “Cem anos de James Mason – Parte 7”

Cem anos de Carmen Miranda

É claro que ela era aquariana, só um aquariano colocaria uma salada de frutas na cabeça e ainda seria feliz com isso. Por que gosto tanto da Carmen? Porque a Carmen é precursora das mulheres-drag, pode não parecer, mas existem poucas drags que sejam efetivamente queens. Não confunda mulher-drag com pirua, piruas são frescas, existemContinuar lendo “Cem anos de Carmen Miranda”

Centenário de Carole Lombard – Parte 4

11- A Ceia das Donzelas (Love Before Breakfast, Walter Lang, 1936)Nos anos 30 era praxe colocar mulher sendo espancada como alívio cômico, na verdade bem pouco me recordo desse filme e só lembro do Preston Foster socando Carole sem querer, Cesar Romero bancando seu habitual latin lover e Carole encarnando a mulher geniosa com extraçãoContinuar lendo “Centenário de Carole Lombard – Parte 4”