Os Filmes Bacanas de Cada Ano que Vivi: 2003

1- Kill Bill: Volume 1Perdi a conta de quantas idas ao cinema e de quantos tremiliques nervosos esperando que chegasse às salas brazucas. Com o segundo, idem. 2- Os Contos da Hora Mágica (Les Contes de L’Horloge Magique)Tudo bem que são filmes de mil novecentos e bolinha restaurados, narrados e costurados, mas um Starewicz renascidoContinuar lendo “Os Filmes Bacanas de Cada Ano que Vivi: 2003”

A animação intangível de Wladyslaw Starewicz (a.k.a. Ladislas Starevitch)

O animador franco-russo-polonês Wladyslaw Starewicz é quase um desconhecido até para os aficionados pela sétima arte quando deveria estar no top 5 dos maiores e mais importantes cineastas das primeiras décadas do cinema. Pessoas conceituadas como Terry Gilliam clamam por seu nome ao citar os maiores animadores de todos os tempos, mas clamá-lo-ei não comoContinuar lendo “A animação intangível de Wladyslaw Starewicz (a.k.a. Ladislas Starevitch)”

Wladyslaw Starewicz

Está para estreiar minha coluna na sessão de cinema do OPS (é, já estou cansando de blog e de tudo que resta na vida blá blá blá), convido todos a dar uma passada por lá de vez em quando, pois alí estarei a escrever umas coisas menos ruins do que escrevo por aqui e menosContinuar lendo “Wladyslaw Starewicz”