Lisztomania (1975)

Não aceito adjetivo menor que o significado de gênio para designar Ken Russell. Eu deveria mandar todo mundo tomar no cu e depois passar o resto dos meus dias trancada num cúbiculo só assistindo filmes do Russell repedidamente, aí eu poderia morrer louca e feliz.

Publicado por Adriana Scarpin

Bibliófila, ailurófila, cinéfila e anarcafeminista. Really. Podem me encontrar também aqui: https://linktr.ee/adrianascarpin

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: